Coronel morto nesta quinta denunciou envolvimento de Dilma com organizações terroristas

16/10/2015 23:42


Coronel reformado, Alberto ustra, morreu na ultima quinta-feria (15), e com sua morte um momento peculiar e recente passou e ser relembrado nas redes sociais, qual seja o depoimento à Comissão da Verdade, criada por Dilma para apurar crimes de militares no período militar.

O coronel acusou Dilma de integrar vários grupos terroristas, cujas intenções finais era implantar o comunismo no Brasil. Apesar das graves denuncias do coronel, os “investigadores” nomeados por Dilma não abriram nenhuma investigação contra a presidente, para apurar a grave denuncia de Ustra.


Fonte:Revolta Brasil.

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!